Enquanto a próxima viagem não chega, vamos contando aqui um pouco das nossas andanças passadas.

O roteiro sobre o qual vamos escrever dessa vez é mais curto, quase um bate-volta, que fizemos em 2009.

Como eu (Tiago) só tinha 15 dias de férias, traçamos uma rota pelo norte argentino, cruzando para o Chile até San Pedro de Atacama, e voltando pelo Paraguay. 5.000km pelas paisagens desérticas e lugares pouco explorados na América do Sul.

O veículo utilizado foi um Corolla. Apesar de ser guerreiro, um carro baixo limita (um pouco) as aventuras off-road ou por estradas secundárias. Mesmo assim encaramos algumas delas. Devagar se vai ao longe...

Aos fatos...

No dia 05/09/2009 (sábado), saímos cedinho de Passo Fundo-RS, onde morávamos na época, com destino a Corrientes, na Argentina, a 750km de distância.

O caminho é pela BR-285 até São Borja. Depois da Ponte Internacional, rumo ao norte pela Ruta 14 e depois para o Oeste, via Ruta 12, paralela ao Rio Paraná e à fronteira com o Paraguay.

Na programação, Corrientes era só uma cidade de passagem. Chegamos lá no fim da tarde... a tempo de dar uma caminhada pelo calçadão da Calle Junin, no centro, que ficava a meia quadra do nosso hotel. Por coincidência, era noite de jogo: Argentina x Brasil jogavam pelas Eliminatórias da Copa de 2010 em Rosário. O Brasil passou o trator na Argentina, ganhando por 3x1, com show do Kaká e do Luis Fabiano. Obviamente...a comemoração não foi tão entusiasmada na rua...já que ainda temos juízo :) .

Na manhã seguinte, tomamos o rumo de Salta. Mais 830km de retas que parecem infinitas pela Ruta 16, com a mesma paisagem do início ao fim do trajeto: tudo plano e uma vegetação quase seca em ambos os lados na estrada. É a vegetação do Chaco Argentino.

Essa paisagem só muda pertinho de Salta, quando a Ruta 9 se aproxima. De lá, já se avistam os primeiros montes da Cordilheira dos Andes.

Chegando a Salta, fomos às Informações Turísticas para tirar algumas dúvidas e depois para o Hotel Ghala (3*). Nosso plano era passar 3 noites por lá. A cidade de Salta é legal demais, e justifica o apelido de "La Linda". Ela fica num vale fértil entre as montanhas da Cordilheira, e rodeada de bons atrativos.

Pela limitação de tempo, optamos por conhecer o roteiro Sul. Saímos ao amanhecer, carregando todas as malas no carro, pois não sabíamos se conseguiríamos voltar a Salta até a noite. No fim das contas, esticamos o horário da viagem e chegamos de volta às 22:00h.

O roteiro:

Valle Encantado (Cuesta del Obispo), a cidadezinha histórica de Cachi, Quebrada de Las Flechas, Cafayate e a Quebrada de Las Conchas, até voltar a Salta.

Até Cafayate, são 300km de estrada, sem pavimento (toda em rípio), com boa parte do caminho pela famosa Ruta 40, em meio às paisagens pra lá de esquisitas da Quebrada de las Flechas. De Cafayate até Salta, asfalto.

No dia seguinte, aproveitamos para caminhar e passear pela cidade, conhecer o centrinho, as belas igrejas (Catedral e San Francisco) e o Parque San Martin. Além, é claro, de degustar uma gelada local porque ninguém é de ferro.

Tem muito mais coisas para fazer na cidade...e até por isso retornamos lá 2 anos depois (mas isso é assunto para uma próxima oportunidade). Dessa vez, partimos ao Chile, depois de 3 dias conhecendo tudo que deu tempo.. hehehe.

Ponte sobre o Rio Paraná, entre Corrientes e Resistencia

Ponte sobre o Rio Paraná, entre Corrientes e Resistencia

Prédios históricos na Plaza 9 de Julio, em Salta

Prédios históricos na Plaza 9 de Julio, em Salta

Cabildo de Salta

Cabildo de Salta

Vista da cidade a partir do Parque San Martin

Vista da cidade a partir do Parque San Martin

Iglesia de San Francisco

Iglesia de San Francisco

Catedral de Salta

Catedral de Salta

Detalhe da Catedral

Detalhe da Catedral

Curvas incontáveis do Valle Encantado - Cuesta del Obispo

Curvas incontáveis do Valle Encantado - Cuesta del Obispo

Capela lá no alto

Capela lá no alto

Altiplanos do Parque Los Cardones

Altiplanos do Parque Los Cardones

Ruazinhas de Cachi

Ruazinhas de Cachi

Estranhas formações

Estranhas formações

Ruta 40 - Caminho de Cachi a Cafayate...várias surpresas

Ruta 40 - Caminho de Cachi a Cafayate...várias surpresas

250 anos no meio do nada

250 anos no meio do nada

Uma formação mais estranha que a outra

Uma formação mais estranha que a outra

Tricolor pelo mundo

Tricolor pelo mundo

Corollão guerreiro na Ruta 40 - Quebrada de Las Flechas

Corollão guerreiro na Ruta 40 - Quebrada de Las Flechas

Quebrada de Las Flechas

Quebrada de Las Flechas

Corte El Cañon - Quebrada de Las Flechas

Corte El Cañon - Quebrada de Las Flechas

Quebrada de Las Flechas

Quebrada de Las Flechas

Entardecer na Quebrada de Las Conchas

Entardecer na Quebrada de Las Conchas

4 - Asunción - Paraguay

18 de setembro de 2009

Voltando do Chile, e após uma parada para dormir, em Salta, seguimos pela mesma estrada da ida, até chegar a Resistencia, capital da província do Chaco, na Argentina. De lá seguimos pro norte, em direção a Clorinda, na divisa com o...
Veja mais...

3 - Deserto do Atacama

17 de setembro de 2009

Depois da travessia do Paso de Jama, chegamos...ao meio do nada. San Pedro de Atacama, localizada na região de Antofagasta, no norte do Chile é um povoado a 2.400m de altitude e com cerca de 2.000 habitantes. San Pedro é o coração...
Veja mais...

2 - De Salta-ARG a San Pedro-CHI - Paso de Jama

16 de setembro de 2009

Depois das andanças por Salta e arredores, chegou a hora de partir pro Chile. O caminho escolhido foi o Paso de Jama, caminho pavimentado de maior altitude entre os 2 países. No ponto mais alto, chega a 4.839 metros sobre o nível do mar. ...
Veja mais...

COPYRIGHT 2021 © Todos os direitos reservados - Desenvolvido por Orange Tecnologia para Internet