Estamos muito felizes com a dimensão que está tomando o nosso blog, com pessoas de todos os lugares do mundo acessando. A nossa primeira intenção era guardar nossas memórias para que não se perdessem com o tempo e também para que nossa família pudesse acompanhar tudo enquanto estivéssemos fora, com mais detalhes. Mas se além disso o blog ainda conseguir ajudar pessoas a montar seus roteiros ou buscar dicas para que tudo fique mais fácil e claro na hora de viajar, então nossa felicidade estará completa.

No mapa a origem dos acessos. O Brasil em verde escuro tem a maioria e em verde claro os demais países. :)

No mapa a origem dos acessos. O Brasil em verde escuro tem a maioria e em verde claro os demais países. :)

Nesse post vamos fazer um apanhado das dicas gerais da viagem. Falando sobre um pouco de tudo, Dicas práticas e úteis que por vezes não lembramos de olhar antes de sair, ou não encontramos facilmente na internet.

Migração e Aduanas:

Ao chegar nos locais onde se faz a migração, é necessário preencher alguns formulários. Para entrada no Chile é necessário o preenchimento do formulário abaixo, variando um pouco o modelo de acordo com o Paso. Em alguns deles, a migração é integrada com a Argentina, onde usam-se outras vias carbonadas. Assim, duas delas são usadas na entrada no Chile, e as outras entregues na volta pra Argentina. Siga as instruções de cada Paso de Frontera, não há um procedimento unificado.

Esse formulário fica sempre à disposição para preenchimento e para ser apresentado juntamente com o passaporte que será carimbado. É preciso guardar cuidadosamente a/as vias que restarem, já que essas deverão ser entregues na saída do país...e os hotéis geralmente pedem e ficam com cópia. Com isso está feito o processo de Migração.

Como íamos cruzar várias vezes a fronteira, levamos alguns desses papéis em branco, para ganhar tempo nos próximos Pasos de fronteira, levando-os preenchidos.

O 2º trâmite é a Aduana. Dessa vez, só o proprietário do veículo precisa declará-lo (e ficar com uma via dessa declaração). Isso no Chile. Na Argentina isso não é necessário, já que o veículo é de país comunitário (Mercosul). O problema é que em algumas aduanas é tão raro passar um carro brasileiro que os guardas não sabem direito o que fazer. Perdemos um tempão no Paso Rio Don Guillermo (Torres del Paine a El Calafate) e no Cardenal Samoré (Bariloche) porque ninguém sabia se tinha que declarar ou não e usavam uma solução genérica.

No Chile, além do formulário de migração também é necessário o preenchimento de outro (abaixo) onde você declara que não está levando nada de origem animal ou vegetal, por causa do rigoroso controle de pragas que é feito em todas as fronteiras desse país. Esse formulário é entregue no momento em que é feita a inspeção do carro.

Tomadas:

A voltagem tanto na Argentina quanto no Chile é 220V. Como os padrões de um país para o outro mudam, é aconselhável levar um adaptador universal. Aproveitamos para fazer uma mega compra de extensões no Chile, já que a tomada brasileira pode ser tudo, menos prática.

Tomada Chilena

Tomada Chilena

Tomada Argentina

Tomada Argentina

Essa é a parafernália que usamos na viagem (que foi toda filmada) e, para manter a filmadora e os celulares o tempo todo carregados usamos um inversor de corrente, 110V. Funciona que é uma beleza.

GPS, Filmadora HD e Rádio com Bluetooth (Spotify comanda). Companheiros inseparáveis na estrada.

GPS, Filmadora HD e Rádio com Bluetooth (Spotify comanda). Companheiros inseparáveis na estrada.

Gambiarra elétrica no Inversor 110V

Gambiarra elétrica no Inversor 110V

Fotos:

Usamos uma Nikon D7000, com lentes 18-105mm, uma GoPro Hero 3 Black e os celulares.

Ainda engatinhamos no uso da DSLR (Nikon), mas as fotos captadas por ela com certeza destacam-se na qualidade em relação às demais. Com o tempo vamos investindo em outras lentes e kits para ela...

A GoPro é legal para as selfies e os passeios de aventura.

E os celulares são pau pra toda obra e eram usados como quebra-galho.

Levamos baterias reservas, as quais mantínhamos sempre carregadas.

Internet:

O wi-fi dos hotéis nem sempre é bom. Passamos por muitos lugares onde a internet é muito lenta, inclusive em Ushuaia. Uma opção para ter internet sempre (o que para nós foi muito útil para conseguir reservar os hotéis onde não havia internet aberta disponível) é comprar um chip. No Chile compramos um pré-pago da Entel, que tem pontos de venda em praticamente todas as cidades chilenas e é habilitado na hora. Na Argentina, ficamos só com o wi-fi mesmo.

PS.: O processo de recarga da Entel é um pouco diferente do pré-pago brasileiro. Depois de feita a carga equivalente ao valor do pacote escolhido, é necessário ligar para a central escolhendo o pacote de dados. Sem esse contato com a central a internet não funcionará.

Ligações internacionais:

1 - Ligações de telefone comum ou celular:

00+ 55 + DDD da cidade (sem o zero) + o número do telefone

2 - Para ligar a cobrar para o Brasil:

08009995500

Você será atendido por um telefonista que fará a ligação para você.

Para que você possa usar o Brasil Direto, basta que você siga os seguintes passos:

- Disque o código de acesso do país de onde você está ligando

- Escolha o idioma no qual deseja ser atendido

- Escolha uma das opções de ligação

1 - Ligações Automáticas

2 - Ligações com Cartão Telefônico

3 - Ligações com auxilio de operador

No site da Embratel é possível encontrar maiores detalhes e explicações de como ligar. Dá pra baixar um manual de bolso com os números de todos os países.

Dinheiro/Cartão:

Na situação cambial brasileira atual, com certeza o dólar em espécie é a melhor opção para evitar surpresas. Acompanhamos a cotação durante os 2 meses anteriores a viagem e conseguimos uma cotação relativamente boa (levando em consideração a atual conjuntura), de R$ 2,70.

Como estávamos em 4, para não levar tanto dinheiro em espécie, nos programamos para pagar parte das despesas no cartão de crédito, no Chile (o que sai em torno de 10% mais caro, no fim das contas, fora a possibilidade de uma alta repentina).

Na Argentina, a única opção é trocar dólares ou reais por pesos. Cartão nem pensar, já que a cotação do dólar oficial tem 30 a 40% de desvantagem, em relação ao paralelo.

Em Buenos Aires a cotação é bem melhor que no interior, e o dólar é mais valorizado que o real.

Combustível:

Na Argentina, o preço vai baixando conforme a estrada segue ao sul. Na Patagônia, o governo subsidia parte do preço.

Em Entre Ríos e Buenos Aires, pagamos em torno de R$ 2,70. Nas províncias da Patagônia Continental, de R$ 2,00 a R$ 2,20. E na Terra do Fogo, R$ 1,68. Que saudades...

No Chile, na maioria dos postos o valor era em torno de R$ 3,00, independente da região. Nos lugares muito isolados da Carretera Austral, acresça 10%...

Bônus:

Mulheres: se quiserem cabelos lindos, mudem-se para Ushuaia...hahaha.

A água de lá é potável e sem nada de cloro, e eu notei uma diferença enorme na hora de lavar os cabelos.

O Chile também tem água de ótima qualidade, mas Ushuaia é insuperável nesse quesito.

Outra coisa, os calçados, tanto na Argentina quanto no Chile, são muito diferentes dos nossos. Não consegui encontrar nada que me agradasse (e não foi por falta de procura hehehe).

Antes de sair comprei um ferro de passar roupas próprio para viagem, ele é pequeno, leve e é bivolt. Recomendo porque nem sempre encontramos esse serviço nos hotéis.

Esperamos ter ajudado a tirar algumas dúvidas de quem planeja seguir esse caminho. Responderemos as demais nos comentários. :)

13 - Roteiro e Custos

12 de setembro de 2016

Resumo da Viagem com Custos e Roteiro GPS Pra fechar os posts sobre a viagem ao Fim do Mundo, vamos detalhar o roteiro percorrido e os dados de todo o trajeto. Vamos aos números: Dias na estrada: 25 Km...
Veja mais...

11 - De Santiago pra casa

12 de setembro de 2016

Final da viagem - De Santiago a Caxias do Sul A todos que acompanharam nossa aventura ao fim do mundo...esse é o último post relatando um trecho dessa viagem. É também onde fizemos a "indiada mor". Saímos de Santiago com a...
Veja mais...

10 - Santiago, Valparaíso e Viña del Mar

12 de setembro de 2016

Santiago, Valparaíso e Viña del Mar - 10 a 14/02 Já estamos em casa...mas ainda tem dois trechos da viagem pra contar. Nesse post, vamos relatar nossas andanças por Santiago e arredores. Depois de uma boa noite de sono em...
Veja mais...

9 - Bariloche-ARG e Região dos Lagos-CHI

12 de setembro de 2016

Bariloche-ARG e Região dos Lagos-CHILE - De 06 a 09/02 Nos últimos dias da viagem resolvemos curtir mais e escrever menos, já que o tempo andava escasso...heheh Então vamos seguir de onde paramos porque tem muita coisa pra...
Veja mais...

8 - Ruta 40-ARG e Carretera Austral-CHI

12 de setembro de 2016

Ruta 40 e Carretera Austral - 03, 04 e 05/02 Depois de sair de El Chaltén, partimos para o norte pela famosa Ruta 40 argentina, rodovia que corta o país de norte a sul sempre próxima a Cordilheira dos Andes (faltaram as fotos no...
Veja mais...

7 - Glaciar Perito Moreno - El Calafate

12 de setembro de 2016

Glaciar Perito Moreno - El Calafate - 02/02 Então... andamos por lugares um tanto afastados da civilização nos últimos dias, onde internet é coisa que deve chegar em alguns anos... e com isso, acabamos atrasando um pouco os posts,...
Veja mais...

6 - Torres del Paine

12 de setembro de 2016

Torres del Paine - 01/02 Nossos dias andam cada vez mais curtos. Não pelo sol, que se põe às 22:30h na Patagônia, mas pela quantidade de lugares impressionantes que estamos vendo diariamente e fazem com que cheguemos sempre...
Veja mais...

5 - Punta Arenas e Puerto Natales-CHI

12 de setembro de 2016

Chile - Punta Arenas e Puerto Natales - 30 e 31/01 Saímos da Terra do Fogo e voltamos ao continente. No caminho, almoço em Rio Grande, processo de migração em San Sebastián, Ferry pelo Estreito de Magalhães novamente (dessa...
Veja mais...

4 - Ushuaia

12 de setembro de 2016

Ushuaia e Tierra del Fuego... no Fim do Mundo - 27 a 30/01 Descrever o Fim do Mundo não é uma tarefa fácil. Talvez, dizer que andamos 140km de carro na cidade e arredores e tiramos 1200 fotos ajude a fazer compreender...a...
Veja mais...

3 - De Trelew à Terra do Fogo

12 de setembro de 2016

26/01 - De Trelew a Rio Gallegos Em Trelew, ficamos no Hotel Galicia, bem no centro. Muito bom, só o café da manhã um pouco simples, mas estavam lá as esperadas medialunas (croissant doce sem recheio, muito...
Veja mais...

2 - Da Província de Buenos Aires à Patagonia

12 de setembro de 2016

Rumo ao Fim do Mundo - 25/01 25/01 - De Azul-BAs a Trelew-CHT A manhã começou um tanto tumultuada. Como na noite anterior aproveitamos para apreciar a cerveja local e ficamos acordados até as 2h da madrugada, nos atrasamos para...
Veja mais...

1 - De Caxias do Sul-RS a Província de Buenos Aires-ARG

23 de janeiro de 2015

Rumo ao Fim do Mundo - 23 e 24/01 23/01: De Caxias do Sul a Uruguaiana Quem vem acompanhando o blog, sabe que a idealização dele veio junto com do nosso projeto de viagem para 2015: Ir de carro até Ushuaia e de voltar "costurando" a...
Veja mais...

COPYRIGHT 2021 © Todos os direitos reservados - Desenvolvido por Orange Tecnologia para Internet