Sétimo dia no Japão, quarto em Kyoto.

Como já comentamos em outros posts, usamos muito os ônibus urbanos em Kyoto por ser a forma mais prática de transporte. O Importante é montar um roteiro onde você conheça a cidade por regiões, isso facilita a logística e faz com que você aproveite melhor o tempo já que a gente deixa Kyoto sempre com o sentimento de que teria que ter ficado um mês por lá?..é tanta, mas tanta coisa incrível para fazer!

Roteiro do dia:

O Templo Ginkaku Ji é um daqueles que deve ser visitado sem dúvida. Bota aí na listinha. Conhecido também como "Pavilhão Prateado" (embora a construção seja de madeira), já que a intenção era cobrir o templo com prata, como o irmão Kinkaju-ji (O Templo Dourado - que foi recoberto com ouro). Frustrada pela Guerra de Onin, a ideia não chegou a ser realizada. O Templo Dourado deve ser apreciado de dia pois reluz à luz do sol. O Templo prateado foi projetado para ser apreciado a noite, pois a luz da lua reflete nas paredes. Mas é durante o dia mesmo que os passeios por lá são realizados. Com um jardim zen de areia branca, passarelas de madeira, um lago, muito verde, musgos recobrindo o jardim e tudo muito limpo é claro, cada detalhe compõe uma bela obra de arte que vale muito ser apreciada.

Nossa modelo coreana, Kyung :)

Nossa modelo coreana, Kyung :)

A partir desse Templo tem início o Caminho do Filósofo. Nome dado a um trecho de aproximadamente 2km, facilmente percorrido a pé. O Caminho leva esse nome em homenagem a Nishida Kitaro, conhecido professor de filosofia da cidade, que usava esse caminho para andar diariamente e meditar. Ao seguir por ele outros Templos podem ser visitados no caminho, como o Miroku-In, Honen-In (famoso pelo portão de palha e elevações de areia), Ankraju-In, Reigan-Ji, Otoyo-Jinja (santuário xintoísta no meio de tantos templos budistas), Koun-Ji, Nyakuoji-Jinja e Eikand-Do (que abriga o Buda Amida e de onde se tem uma bela vista de Kyoto do alto). Além disso, dá pra contemplar a bela paisagem composta por um canal sinuoso com carpas coloridas, pontezinhas e ladeado por inúmeras cerejeiras, que na época de floração abril/maio deixam o caminho ainda mais bonito. Vários bares, restaurantes e locais que vendem souvenires podem ser encontrados por ali.

Templo Nanzen Ji, é um grande complexo e a construção principal é daquelas que quando você avista cai o queixo. A grandiosa estrutura toda de madeira do templo principal, impressiona pela grandeza. A história conta que em 1291 o imperador Kameyama remodelou a sua vila privada num templo Zen e em 1334 o Templo converteu-se no primeiro templo de Kyoto. Além do edifício citado, ainda pode-se visitar o portal Sanmon. O original foi destruído por um incêndio e um comandante militar chamado Takatora Todo doou o atual portal que possui 22 metros de atura. O complexo ainda conta com um aqueduto com 93,2 m de comprimento, 4m de largura e 9m de altura, seus arcos de granito e tijolos complementam a bela paisagem.

Nessas redondezas ainda passamos pelo Templo Heian-Jing. A principal característica desse santuário é um gigantesco Torii vermelho que mostra a entrada do complexo. Não conseguimos entrar nesse por falta de tempo, mas lendo a respeito bateu um arrependimentozinho, mas como já comentamos é humanamente impossível conhecer todos os templos de Kyoto. Há quatro jardins ao redor do Santuário Heian-Jingu: jardim oriental, jardim central, ocidental e o jardim do sul. A área total é de 33.000 m². Existem mais de 20 tipos de cerejeiras plantadas neste jardim.

Pegamos um ônibus e fomos até a próxima atração, o Templo Sanjusangen-do, um dos mais esperados. Esse templo é a estrutura em madeira mais longa do Japão com 120 metros. O complexo deve seu nome ao número de intervalos (33) entre as colunas de sustentação ao longo do prédio. Este é um método tradicional para medir o comprimento das estruturas no Japão. Datado de 1164 causa espanto ao ser adentrado, são 1001 estátuas douradas da Deusa da Misericórdia, Kannon, entalhadas a mão. A principal imagem das 1001, foi talhada em 1254 por Tankei, com 82 anos. O Interior do templo não pode ser fotografado, o que torna ainda mais interessante e curiosa a visita.

A última atração visitada já no final do dia foi o Templo Kyomizu-dera, mais um cartão postal de Kyoto. Chegamos de ônibus até a parada Kiyomizu-michi e subimos a pitoresca ruazinha comercial Matsubara. Aconselho ir até esse local com mais tempo pois tanto o templo quanto o comércio local fecham ao entardecer. É um lugar muito legal para comprar lembrancinhas, chás, cerâmicas, comida...enfim, tem muita coisa boa por ali. Acabamos chegando a tardinha e o tempo estava chuvoso (entendemos porque em qualquer lugar que se passe tem os tradicionais guarda-chuvas transparentes a venda, quando menos se espera a chuva chega e te pega de surpresa). Não deu tempo de fazer muita coisa por lá, infelizmente.

Peruanas muito queridas que encontramos nesse passeio. Prazer em conhecê-las Jenny e Aida ;)

Peruanas muito queridas que encontramos nesse passeio. Prazer em conhecê-las Jenny e Aida ;)

Nesse dia descobrimos ainda que se pode comprar gelatina enlatada no Japão...kkk, fomos comprar um suco de uva, (com os grãos inteiros da uva, delicioso) que encontramos numa dessas máquinas de venda de bebidas. A latinha era parecida só que ao invés de suco encontramos gelatina dentro da latinha... coisas do Japão....kkkk

________________________________________________________________________________________________________________________________

--->>>Não esqueça de curtir o post e de deixar o seu comentário, isso dá vida ao blog e nos orienta quanto as suas preferências.

*** Se quiser nos ajudar e ainda ganhar um belo desconto nas suas hospedagens, clique nos links e reserve através do Booking.com ou pelo Airbnb.

*** Sigam nossas redes sociais para acompanhar as novidades! Facebook / Instagram

________________________________________________________________________________________________________________________________

12 - Kanazawa

10 de junho de 2019

Depois de conhecer a região de Quioto e arredores, nosso plano inicial era seguir para a região de Hiroshima, no sul da ilha de Honshu. Tínhamos programado 3 dias para a ida e volta até...
Veja mais...

11 - Himeji | Osaka

15 de abril de 2019

Falo com toda certeza desse mundo que não queríamos ir embora de Kyoto. Que experiência, meu povo! Mas precisávamos seguir para o próximo destino, Himeji, pra conhecer um dos...
Veja mais...

9 - Kyoto III

02 de dezembro de 2018

Sexto dia no Japão, terceiro dia em Kyoto. Iniciamos o dia muito bem, errando a parada do trem !! kkk A intenção era chegar na Floresta de Bambu de Arashiyama, então saímos da...
Veja mais...

8 - Kyoto II

02 de outubro de 2018

Quinto dia no Japão, segundo em Kyoto. Nosso roteiro do dia foi um tanto conturbado pois algumas coisas que tínhamos programado...
Veja mais...

7 - Kyoto I

04 de agosto de 2018

No nosso quarto dia no Japão, seguimos para Kyoto, antiga capital Imperial do país, substituída por Tóquio em 1868. Além disso, Kyoto é a cidade das Gueixas e...
Veja mais...

6 - Tóquio III

30 de julho de 2018

Tóquio III No nosso terceiro dia em Tóquio optamos por conhecer a redondezas do Palácio Imperial. Para isso pegamos um metrô na estação ao lado do nosso Hotel e...
Veja mais...

5 - Tóquio II

22 de julho de 2018

Iniciamos nosso segundo dia em Tóquio tentado entender o funcionamento do metrô. Confesso que deu um certo pânico ao olhar o mapa das linhas e a primeira impressão é de que você nunca vai se achar naquele...
Veja mais...

4 - Tóquio

02 de julho de 2018

Tóquio foi a nossa porta de entrada para o Japão. Esse país com tantos contrapontos, que une o antigo com o novo, o conservador com o moderno, os templos milenares aos prédios tecnológicos atuais. E...
Veja mais...

3 - Tudo o que você precisa saber para visitar o Japão

11 de junho de 2018

O Japão tem como principal característica a numerosa população comparada a extensão territorial. Dessa forma você vai perceber que o país tem muitas regras e a maioria delas são sobre civilidade, viver em...
Veja mais...

2 - Roteiro de 20 dias pelo Japão

27 de maio de 2018

. Planejar uma viagem para o Japão não é nada fácil. A diversidade geográfica, cultural e as peculiaridades desse país tornam a pesquisa e...
Veja mais...

1 - Japão - Planejamento de Viagem

13 de maio de 2018

PLANEJAMENTO DE VIAGEM Quem nos acompanha no Facebook/Instagram já sabe, e quem tem o primeiro contato com a gente pelo site, fica sabendo agora: Acabamos de voltar do Japão. Estivemos na Terra do Sol Nascente...
Veja mais...

COPYRIGHT 2019 © Todos os direitos reservados - Desenvolvido por Orange Tecnologia para Internet