Shirakawa-go é um daqueles lugares que você sai de casa torcendo pra que chegue logo a hora de conhecer. Apesar de termos sofrido pra conseguir chegar até essa pequena aldeia japonesa os esforços foram compensados porque foi de encher os olhos.

Conseguimos ficar um único dia, mas prometemos voltar para poder pernoitar e conhecer cada cantinho desse lugar.

Vou contar o porquê da dificuldade em chegar até ela.

Pra começar, como a gente sempre viaja sem muitas reservas antecipadas, fomos procurar a passagem pra lá quando chegamos em Kanazawa, que era nossa base pra conhecer tanto Takayama quanto Shirakawa-go. A ideia era ir no dia seguinte, mas não tinha mais passagens de ônibus disponíveis na única empresa que fazia o trajeto. Então o jeito foi adaptar e ir no segundo dia. O detalhe é que conseguimos comprar a passagem só de ida de Kanazawa até Shirakawa-go. Na volta teríamos que ir na sorte e ver se conseguíamos vaga no último ônibus que saía da vila e ia até Takaoka que não tinha como comprar antecipadamente e não teria poltrona marcada, a entrada no ônibus era por ordem de chegada. Não podíamos atrasar pois precisávamos fechar o horário com o trem que partiria de Takaoka até Kanazawa.

Descemos no ponto de ônibus na entrada da vila e dali dá pra ir a pé conhecer a cidade toda, nada fica muito longe. E se perder pelas ruazinhas entre as casinhas centenárias é a melhor forma de conhecer o lugar.

A aldeia é conhecida por suas típicas casas em estilo gassho e por sua belíssima paisagem de montanhas e florestas, que representam 96% da área.

Essas tradicionais construções, que deram a Shirakawa-go o título de Patrimônio Cultural Mundial, têm telhado de palha de arroz em forma de triângulo, com inclinação de 60 graus para permitir que a neve pesada ? que às vezes chega a quatro metros de espessura ? deslize com mais facilidade da cobertura. As palhas são todas presas por amarrações em corda à estrutura de madeira das casas.

Em Shirakawa se tem a cultura do trabalho comunitário compartilhado e quando os telhados precisam ser trocados devido ao desgaste do tempo, mobiliza centenas de pessoas da região para que o trabalho seja feito de forma mais fácil. Não se usam pregos ou cimentos.

Há duas casas centenárias da vila ? Wada House e Nagase House que podem ser visitadas. Não conseguimos entrar porque tínhamos muito pouco tempo, mas a estrutura das casas seguem quase sempre as mesmas regras.

As casas maiores têm entre quatro e cinco andares. Antigamente, o primeiro andar era onde viviam as famílias, o segundo andar era onde ficava o quarto dos funcionários, o terceiro era a área de trabalho, o quarto servia para armazenamento de comida para as épocas de muito frio e o último para criação de bicho da seda.

O primeiro lugar que visitamos ao chegar foi o Mirante de Shirakawa-go, que tem uma subida um tanto íngrime, mas nada muito desgastante. Caso prefira, tem ônibus no mesmo ponto de chegada, que levam até o topo por cerca de 200 ienes. Lá do alto se tem uma vista panorâmica e a mais bonita da cidade. Além de lojinha de souvenir e restaurante.

Depois de admirar aquela pintura de paisagem descemos e andamos tanto quanto deu por entre as casinhas. Na rua principal dá pra encontrar várias lojas de produtos locais/artesanais, restaurantes....

Andamos muito...até chegar o horário de pegar o ônibus de volta. Lembrando que não tínhamos poltrona marcada e o embarque era por ordem de chegada, rezando até o último segundo conseguimos as últimas vagas no ônibus e partimos de volta para Kanazawa.

________________________________________________________________________________________________________________________________

Não esqueça de curtir o post e de deixar o seu comentário, isso dá vida ao blog e nos orienta quanto as suas preferências.

*** Reserve sua hospedagem pelo BOOKING.COM ou AIRBNB e receba ótimos descontos.

*** Sigam nossas redes sociais para acompanhar as novidades! FACEBOOK / INSTAGRAM

________________________________________________________________________________________________________________________________

13 - Takayama

10 de junho de 2019

Conforme prometido no post anterior, vou contar a novela da ida para Takayama e Shirakawa-Go, uma por vez. O primeiro destino foi Takayama. Descobrimos dias antes que o Festival de Primavera - Takayama Matsuri - , um...
Veja mais...

12 - Kanazawa

10 de junho de 2019

Depois de conhecer a região de Quioto e arredores, nosso plano inicial era seguir para a região de Hiroshima, no sul da ilha de Honshu. Tínhamos programado 3 dias para a ida e volta até...
Veja mais...

11 - Himeji | Osaka

15 de abril de 2019

Falo com toda certeza desse mundo que não queríamos ir embora de Kyoto. Que experiência, meu povo! Mas precisávamos seguir para o próximo destino, Himeji, pra conhecer um dos...
Veja mais...

10 - Kyoto IV

05 de março de 2019

Sétimo dia no Japão, quarto em Kyoto. Como já comentamos em outros posts, usamos muito os ônibus urbanos em Kyoto por ser a forma mais prática de transporte. O Importante é...
Veja mais...

9 - Kyoto III

02 de dezembro de 2018

Sexto dia no Japão, terceiro dia em Kyoto. Iniciamos o dia muito bem, errando a parada do trem !! kkk A intenção era chegar na Floresta de Bambu de Arashiyama, então saímos da...
Veja mais...

8 - Kyoto II

02 de outubro de 2018

Quinto dia no Japão, segundo em Kyoto. Nosso roteiro do dia foi um tanto conturbado pois algumas coisas que tínhamos programado...
Veja mais...

7 - Kyoto I

04 de agosto de 2018

No nosso quarto dia no Japão, seguimos para Kyoto, antiga capital Imperial do país, substituída por Tóquio em 1868. Além disso, Kyoto é a cidade das Gueixas e...
Veja mais...

6 - Tóquio III

30 de julho de 2018

Tóquio III No nosso terceiro dia em Tóquio optamos por conhecer a redondezas do Palácio Imperial. Para isso pegamos um metrô na estação ao lado do nosso Hotel e...
Veja mais...

5 - Tóquio II

22 de julho de 2018

Iniciamos nosso segundo dia em Tóquio tentado entender o funcionamento do metrô. Confesso que deu um certo pânico ao olhar o mapa das linhas e a primeira impressão é de que você nunca vai se achar naquele...
Veja mais...

4 - Tóquio

02 de julho de 2018

Tóquio foi a nossa porta de entrada para o Japão. Esse país com tantos contrapontos, que une o antigo com o novo, o conservador com o moderno, os templos milenares aos prédios tecnológicos atuais. E...
Veja mais...

3 - Tudo o que você precisa saber para visitar o Japão

11 de junho de 2018

O Japão tem como principal característica a numerosa população comparada a extensão territorial. Dessa forma você vai perceber que o país tem muitas regras e a maioria delas são sobre civilidade, viver em...
Veja mais...

2 - Roteiro de 20 dias pelo Japão

27 de maio de 2018

. Planejar uma viagem para o Japão não é nada fácil. A diversidade geográfica, cultural e as peculiaridades desse país tornam a pesquisa e...
Veja mais...

1 - Japão - Planejamento de Viagem

13 de maio de 2018

PLANEJAMENTO DE VIAGEM Quem nos acompanha no Facebook/Instagram já sabe, e quem tem o primeiro contato com a gente pelo site, fica sabendo agora: Acabamos de voltar do Japão. Estivemos na Terra do Sol Nascente...
Veja mais...

COPYRIGHT 2020 © Todos os direitos reservados - Desenvolvido por Orange Tecnologia para Internet