Nara - A cidade dos templos e dos cervos

Deixa contar como foi a nossa ida até Nara. Pra variar, alguma coisa fora do roteiro sempre acontece nas nossas viagens, e acho que na de todo mundo, não é?...e é aí que as melhores histórias surgem... :)

Saindo do Monte Koya, nosso plano era dar uma passadinha em Nara, antes de seguir pra algum lugar mais próximo a Tokio.

Para fazer esse trajeto, deveríamos pegar os ônibus e trens até a Estação Hashimoto, de onde deveríamos pegar o trem no sentido leste, até Nara. Erramos...e acabamos indo para oeste, sentido Wakayama. Umas duas paradas depois, percebemos o erro e descemos correndo do trem com as malas, para conseguir chegar a tempo de pegar o trem certo, que estava vindo do outro lado. Precisávamos atravessar para o outro lado da plataforma.

E imagine duas criaturas atrasadas, carregando a bagagem da viagem toda, tendo que subir e descer correndo lances enormes de escadas com todo aquele peso (reitero a dica de levar pouco peso ao viajar pelo Japão). Lembro de ter passado por um guardinha e, a cara de pena que ele fez, tá guardada até hoje na minha memória...hahah....Tiago se adiantou na corrida e conseguiu alcançar o trem, quando finalizei o último lance de escadas, com a língua de fora, enxerguei ele com um pé pra dentro e outro pra fora do trem segurando a porta para que não fechasse. Em resumo conseguimos atrasar um trem japonês....tem noção da gravidade disso??kkkk

Um erro logístico aqui nos custaria 2 horas parados numa estação de trem no meio do nada.

Depois de conseguir segurar o trem, seguimos para o lado certo até Nara. Nara é aquela cidade japonesa em que você encontra os cervos andando pela rua.

Na verdade esses cervos vivem no Parque de Nara. São mais de 1200 que ficam por ali , andando livremente entre as pessoas e também pela cidade. Esses animais eram considerados sagrados nos tempos antigos e acredito que, para os japoneses, ainda sejam. Apesar dos cervos estarem acostumados com pessoas, eles são animais selvagens que nunca foram domesticados.

Todo mundo se diverte dando biscoito para os animais. Os biscoitos são vendidos em vários pontos do parque e eles já ficam rondando as pessoas esperando ansiosos pela guloseima. Só é preciso tomar cuidado porque os mais esfomeados pulam nas pessoas, puxam sua roupa com a boca para chamar atenção, vimos um comento uma sacola de compras de uma senhora desatenta que não tinha mais biscoitos para oferecer...heheh é preciso só ficar de olho.

O Parque de Nara tem cerca de 520 hectares e tem muita natureza, jardins para visitar e fica próximo de Templos bem conhecidos.

Fomos caminhando desde a Estação Nara até o Templo Todaji, que fica no Parque Nara. O que fizemos em cerca de meia hora.

Dentro do Parque há vários templos e o Museu Nacional de Nara. Fomos conferir o principal deles, o templo budista Todaji, o Grande Templo do Leste. Ele é o maior prédio de madeira do mundo e a construção atual data do século XVIII. Porém, o que mais surpreende é saber que antes de sofrer com incêndios, terremotos e guerras ele era trinta por cento maior do que o atual. Foi construído, inicialmente, na época em que Nara era capital do Japão, em 752. Abriga o Grande Buda Daibutsu (o Buda da Luz), a maior estátua do mundo feita em bronze com 14,7m de altura.

Sua pose com a palma da mão direita levantada à frente e a mão esquerda com a palma para cima sobre o joelho significa que ele dá força às pessoas com a mão direita e promete atender aos desejos delas com a mão esquerda. O tronco de Buda foi restaurado várias vezes ao longo dos anos, mas a parte com a pétala de lótus usada como fundação e as pernas permanecem exatamente iguais à época da construção.

É uma das sedes japonesa da escola de budismo Kegon

Um pouquinho de história, porque esse lugar merece ser explicado:

"Em 743, o Imperador Shomu emitiu uma lei em que afirmava que todas as pessoas deveriam se envolver diretamente no estabelecimento de novos templos budistas em todo o Japão. Sua crença pessoal era de que mostrando tal piedade iria inspirar Buda a proteger seu país de novos desastres. Gyoki , com seus alunos, viajou para as províncias pedindo doações. De acordo com os registros mantidos em Todai-ji, mais de 2.600.000 pessoas ajudaram a construir o Grande Buda e seu Jardim. Alcançando uma altura de 16 m, o Buda original foi construído de um conjunto de oito peças que levaram três anos para serem fundidas, da cabeça e pescoço foram construídos em conjunto como um elemento separado. A construção da estátua foi iniciada em Shigaraki. Depois muitos incêndios e terremotos, a construção foi finalmente retomado em Nara, em 745, e do Buda foi finalmente concluído em 751. Um ano depois, em 752, a cerimônia de abertura dos olhos (Kaiguen Shiki) foi realizada com a presença de 10 mil pessoas para celebrar a conclusão do Buda. O monge indiano Bodhisena realizou a cerimônia na presença do Imperador Shomu. O projeto quase faliu a economia do Japão, consumindo a maior parte do bronze disponível na época.

O complexo original continha também dois pagodes, com sete andares que simbolizam os cinco elementos tradicionais e o sol e a lua. Com mais de cem metros de altura, o dobro dos mais altos pagodes japoneses existentes hoje em dia, mas mostram o domínio da construção de madeira com moldura, talvez perdendo apenas para as pirâmides do Egito. Estes prédios não existem mais foram destruídos por um terremoto." (Fonte: Wikipedia)

Nara tem Templos que figuram entre os mais antigos do Japão. Entre eles estão: Todaji (que falamos acima), Kofukuji, Kassuga Taisha Shrine, Gangoji, Toshodaji, Yakushiji e Heijo.

Essa cidade foi nossa base para conhecer o Monte Koya e só passamos por ela praticamente...é muito pouco. Precisa de pelo menos uns dois dias pra conhecer tudo o que Nara tem a oferecer.

Hospedagem:

Ficamos no Hotel Nikko Nara, estrategicamente localizado ao lado da Estação Nara, o que facilitou muito a logística de deslocamento.

----------------------------------------------------------------

No nosso INSTAGRAM ou na página do blog no FACEBOOK você pode conferir mais fotos das nossas viagens, segue a gente lá.

Pesquise seu hotel através do BOOKING.COM e ganhe um belo desconto reservando por esse link.

Se ainda não tem cadastro no AIRBNB , cadastre-se através desse link e ganhe um descontão na sua primeira estadia.

----------------------------------------------------------------

15 - Monte Koya - Uma Noite Em Um Templo Budista

02 de fevereiro de 2020

MONTE KOYA Se você perguntar, da viagem ao Japão, o que dá mais saudades? Vou responder prontamente que é da experiência no Monte Koya, sem sombra de dúvidas. E dessa experiência vou contar...
Veja mais...

14 - Shirakawa-go

05 de janeiro de 2020

Shirakawa-go é um daqueles lugares que você sai de casa torcendo pra que chegue logo a hora de conhecer. Apesar de termos sofrido pra conseguir chegar até essa pequena aldeia japonesa os esforços foram compensados porque foi de encher os...
Veja mais...

13 - Takayama

10 de junho de 2019

Conforme prometido no post anterior, vou contar a novela da ida para Takayama e Shirakawa-Go, uma por vez. O primeiro destino foi Takayama. Descobrimos dias antes que o Festival de Primavera - Takayama Matsuri - , um...
Veja mais...

12 - Kanazawa

10 de junho de 2019

Depois de conhecer a região de Quioto e arredores, nosso plano inicial era seguir para a região de Hiroshima, no sul da ilha de Honshu. Tínhamos programado 3 dias para a ida e volta até...
Veja mais...

11 - Himeji | Osaka

15 de abril de 2019

Falo com toda certeza desse mundo que não queríamos ir embora de Kyoto. Que experiência, meu povo! Mas precisávamos seguir para o próximo destino, Himeji, pra conhecer um dos...
Veja mais...

10 - Kyoto IV

05 de março de 2019

Sétimo dia no Japão, quarto em Kyoto. Como já comentamos em outros posts, usamos muito os ônibus urbanos em Kyoto por ser a forma mais prática de transporte. O Importante é...
Veja mais...

9 - Kyoto III

02 de dezembro de 2018

Sexto dia no Japão, terceiro dia em Kyoto. Iniciamos o dia muito bem, errando a parada do trem !! kkk A intenção era chegar na Floresta de Bambu de Arashiyama, então saímos da...
Veja mais...

8 - Kyoto II

02 de outubro de 2018

Quinto dia no Japão, segundo em Kyoto. Nosso roteiro do dia foi um tanto conturbado pois algumas coisas que tínhamos programado...
Veja mais...

7 - Kyoto I

04 de agosto de 2018

No nosso quarto dia no Japão, seguimos para Kyoto, antiga capital Imperial do país, substituída por Tóquio em 1868. Além disso, Kyoto é a cidade das Gueixas e...
Veja mais...

6 - Tóquio III

30 de julho de 2018

Tóquio III No nosso terceiro dia em Tóquio optamos por conhecer a redondezas do Palácio Imperial. Para isso pegamos um metrô na estação ao lado do nosso Hotel e...
Veja mais...

5 - Tóquio II

22 de julho de 2018

Iniciamos nosso segundo dia em Tóquio tentado entender o funcionamento do metrô. Confesso que deu um certo pânico ao olhar o mapa das linhas e a primeira impressão é de que você nunca vai se achar naquele...
Veja mais...

4 - Tóquio

02 de julho de 2018

Tóquio foi a nossa porta de entrada para o Japão. Esse país com tantos contrapontos, que une o antigo com o novo, o conservador com o moderno, os templos milenares aos prédios tecnológicos atuais. E...
Veja mais...

3 - Tudo o que você precisa saber para visitar o Japão

11 de junho de 2018

O Japão tem como principal característica a numerosa população comparada a extensão territorial. Dessa forma você vai perceber que o país tem muitas regras e a maioria delas são sobre civilidade, viver em...
Veja mais...

2 - Roteiro de 20 dias pelo Japão

27 de maio de 2018

. Planejar uma viagem para o Japão não é nada fácil. A diversidade geográfica, cultural e as peculiaridades desse país tornam a pesquisa e...
Veja mais...

1 - Japão - Planejamento de Viagem

13 de maio de 2018

PLANEJAMENTO DE VIAGEM Quem nos acompanha no Facebook/Instagram já sabe, e quem tem o primeiro contato com a gente pelo site, fica sabendo agora: Acabamos de voltar do Japão. Estivemos na Terra do Sol Nascente...
Veja mais...

COPYRIGHT 2020 © Todos os direitos reservados - Desenvolvido por Orange Tecnologia para Internet