Conforme prometido no post anterior, vou contar a novela da ida para Takayama e Shirakawa-Go, uma por vez.

O primeiro destino foi Takayama. Descobrimos dias antes que o Festival de Primavera - Takayama Matsuri - , um dos mais tradicionais do Japão, é realizado no final de semana do dia 14/04.

Partindo de Kanazawa, o mais fácil seria tomar um ônibus até lá, hospedar-se e seguir (ou voltar só no dia seguinte). Como obviamente não haviam mais hotéis disponíveis na cidade, isso deixou de ser uma opção.

A passagem de ônibus também era outro problema. Para o 1º dia só tinha passagem de volta. Para o 2º dia, só passagem de ida. Não precisa ser um mestre da logística pra ver que não tinha como dar certo..hehe.

Quebrando a cabeça, conseguimos encaixar um roteiro de trem. Partindo bem cedinho (mas bem cedinho mesmo) de Kanazawa, fomos até Toyama com um trem-bala. Lá, pegamos um trem local que subia as montanhas, sem nem uma letra sinalizada em inglês. Na cara e na coragem, seguimos, imaginando estar indo pro lugar certo, junto com alguns turistas europeus que estavam na mesma situação. O trem menorzinho e mais antigo, passa devagarinho por alguns vales e vilarejos espetaculares nas montanhas. Valeu cada segundo da viagem.

Depois de mais de 2 horas no trem, chegamos ao destino, no meio do Takayama Matsuri.

O festival consiste no desfile de carros alegóricos (yatai) feitos de madeira ou ferro esculpido, laqueados e pintados, com enfeites em ouro. São tesouros de centenas de anos, puxados pelas ruas da cidade. Esses carros são patrimônio cultural do Japão e nesses dias ficam expostos nas ruas e praças até que comece a procissão.

Conversamos um pouco com alguns dos japoneses que entendiam inglês e estavam cuidando dos carros, sempre cercados por turistas e pela TV local que fazia a cobertura do evento, mas dispostos a tirar algumas fotos.

No desfile, os bonecos karakuri ningyo, uma espécie de marionete complexa, controlada por várias pessoas, vai sobre os carros, gesticulando e falando. Como é tudo em japonês, não faço ideia do que os bonecos disseram... mas provavelmente foi algo inspirador hehehe.

Passam japoneses orgulhosos de todas as idades e com várias roupas coloridas e os mais diversos instrumentos seguindo os carros. Bem legal e cênico.

Ficamos mais um pouco por lá e saímos pela cidade pra comprar umas lembrancinhas, girar pelas ruas repletas de cerejeiras (que estavam no auge da floração, em função do clima mais frio da cidade) e comer algum lanche (uma variedade enorme de comidas típicas preenchiam uma rua inteira).

Então fomos para a estação, pra garantir lugar no trem da volta, lá pelas 4h da tarde (o penúltimo trem do dia). Trem lotadaço descendo as montanhas (tivemos que ir em pé, já não tinha mais lugar pra sentar), e quase chegando ao destino, começou a ventar...mas ventar muuuuito. Como são várias pontes sobre os vales, não seria seguro cruzá-las.

Isso fez com que o trem ficasse parado, por mais de 3h, nos arredores de Toyama. Nessas alturas já sentados no chão, no corredor do trem, ficamos por um tempão sem entender nada, porque o trem estava repleto de estrangeiros que não falavam japonês, e japoneses que só falavam seu próprio idioma. Toda a comunicação do trem era em japonês. Um casal de Hong Kong arranhava o básico de japonês e conseguiu traduzir pra galera o que estava acontecendo depois de um tempo.

Resultado: depois de 3h sem a previsão de diminuição da intensidade do ventos, a Companhia Ferroviária teve que mandar táxis pra buscar os passageiros, e nos deixou na estação central de Toyama, já tarde da noite, para que pudéssemos seguir finalmente até Kanazawa. O único trem que sairia de Takayama após o que tomamos foi cancelado (ou seja, estaríamos sem transporte e hospedagem caso não tivéssemos tomado exatamente esse trem).

Muitas pessoas que estava com a gente durante toda essa aventura, também seguiu pra Kanazawa. E claro que aproveitamos para reunir a galera para uma foto pois, já éramos amigos, depois de tantas horas passando medo juntos quando o trem sacudia a cada rajada de vento. Conhecemos da Alemanha (Lars), Espanha (Cristina) e Inglaterra (Hillary e Chris) - devidamente retratados em foto abaixo. Das histórias e encontros que só as viagens nos proporcionam...

Chegamos ao hotel quase à meia-noite, debaixo de chuva, com mais uma história pra contar, para descansar e encarar a próxima jornada, até Shirakawa-go na manhã seguinte.... a saga que contaremos no próximo post.

Lembrando que valeu cada segundo!

________________________________________________________________________________________________________________________________

Não esqueça de curtir o post e de deixar o seu comentário, isso dá vida ao blog e nos orienta quanto as suas preferências.

*** Se quiser nos ajudar e ainda ganhar um belo desconto nas suas hospedagens, clique nos links e reserve através do Booking.com ou pelo Airbnb.

- BOOKING.COM

- AIRBNB

*** Sigam nossas redes sociais para acompanhar as novidades! Facebook / Instagram

________________________________________________________________________________________________________________________________

16 - Nara - A Cidade dos Templos e dos Cervos

06 de maio de 2020

Nara - A cidade dos templos e dos cervos Deixa contar como foi a nossa ida até Nara. Pra variar, alguma coisa fora do roteiro sempre acontece nas nossas viagens, e acho que na de todo mundo, não é?...e é aí que as melhores...
Veja mais...

15 - Monte Koya - Uma Noite Em Um Templo Budista

02 de fevereiro de 2020

MONTE KOYA Se você perguntar, da viagem ao Japão, o que dá mais saudades? Vou responder prontamente que é da experiência no Monte Koya, sem sombra de dúvidas. E dessa experiência vou contar...
Veja mais...

14 - Shirakawa-go

05 de janeiro de 2020

Shirakawa-go é um daqueles lugares que você sai de casa torcendo pra que chegue logo a hora de conhecer. Apesar de termos sofrido pra conseguir chegar até essa pequena aldeia japonesa os esforços foram compensados porque foi de encher os...
Veja mais...

12 - Kanazawa

10 de junho de 2019

Depois de conhecer a região de Quioto e arredores, nosso plano inicial era seguir para a região de Hiroshima, no sul da ilha de Honshu. Tínhamos programado 3 dias para a ida e volta até...
Veja mais...

11 - Himeji | Osaka

15 de abril de 2019

Falo com toda certeza desse mundo que não queríamos ir embora de Kyoto. Que experiência, meu povo! Mas precisávamos seguir para o próximo destino, Himeji, pra conhecer um dos...
Veja mais...

10 - Kyoto IV

05 de março de 2019

Sétimo dia no Japão, quarto em Kyoto. Como já comentamos em outros posts, usamos muito os ônibus urbanos em Kyoto por ser a forma mais prática de transporte. O Importante é...
Veja mais...

9 - Kyoto III

02 de dezembro de 2018

Sexto dia no Japão, terceiro dia em Kyoto. Iniciamos o dia muito bem, errando a parada do trem !! kkk A intenção era chegar na Floresta de Bambu de Arashiyama, então saímos da...
Veja mais...

8 - Kyoto II

02 de outubro de 2018

Quinto dia no Japão, segundo em Kyoto. Nosso roteiro do dia foi um tanto conturbado pois algumas coisas que tínhamos programado...
Veja mais...

7 - Kyoto I

04 de agosto de 2018

No nosso quarto dia no Japão, seguimos para Kyoto, antiga capital Imperial do país, substituída por Tóquio em 1868. Além disso, Kyoto é a cidade das Gueixas e...
Veja mais...

6 - Tóquio III

30 de julho de 2018

Tóquio III No nosso terceiro dia em Tóquio optamos por conhecer a redondezas do Palácio Imperial. Para isso pegamos um metrô na estação ao lado do nosso Hotel e...
Veja mais...

5 - Tóquio II

22 de julho de 2018

Iniciamos nosso segundo dia em Tóquio tentado entender o funcionamento do metrô. Confesso que deu um certo pânico ao olhar o mapa das linhas e a primeira impressão é de que você nunca vai se achar naquele...
Veja mais...

4 - Tóquio

02 de julho de 2018

Tóquio foi a nossa porta de entrada para o Japão. Esse país com tantos contrapontos, que une o antigo com o novo, o conservador com o moderno, os templos milenares aos prédios tecnológicos atuais. E...
Veja mais...

3 - Tudo o que você precisa saber para visitar o Japão

11 de junho de 2018

O Japão tem como principal característica a numerosa população comparada a extensão territorial. Dessa forma você vai perceber que o país tem muitas regras e a maioria delas são sobre civilidade, viver em...
Veja mais...

2 - Roteiro de 20 dias pelo Japão

27 de maio de 2018

. Planejar uma viagem para o Japão não é nada fácil. A diversidade geográfica, cultural e as peculiaridades desse país tornam a pesquisa e...
Veja mais...

1 - Japão - Planejamento de Viagem

13 de maio de 2018

PLANEJAMENTO DE VIAGEM Quem nos acompanha no Facebook/Instagram já sabe, e quem tem o primeiro contato com a gente pelo site, fica sabendo agora: Acabamos de voltar do Japão. Estivemos na Terra do Sol Nascente...
Veja mais...

COPYRIGHT 2020 © Todos os direitos reservados - Desenvolvido por Orange Tecnologia para Internet